Como lidar com o ciúme do seu cãozinho com a chegada do bebê

Como lidar com o ciúme do seu cãozinho com a chegada do bebê

Preparar o cachorro ainda durante a gravidez é a melhor maneira de evitar comportamentos inadequados do cão após a chegada do bebê

Muitos pais, considerados de “primeira viagem”, com a chegada do bebê em casa não sabem lidar com o ciúme do “primeiro filho” que é o seu animal de estimação. O cachorro, assim como um irmão mais velho, também pode sofrer com a vinda do bebê. Por isso o ideal é você já prepará-lo antes do neném chegar. Veja as dicas:


  • Alterações radicais na convivência com o seu animal costumam ser as mais estressantes. Por isso, ao longo da gravidez, já o prepare para receber o novo membro da família. Reduzir gradualmente a atenção, o carinho e limitar o espaço físico é a melhor maneira de o cão se adaptar bem. Por exemplo, se ele não vai poder entrar no quarto depois de o local ser ocupado pelo neném, é preferível pôr em prática a proibição alguns meses antes.

  • A arrumação do quarto do bebê deve ser gradual para que o cão perceba as mudanças que estão acontecendo.

  • Pegue uma boneca e simule um bebê no colo durante a gravidez para que o cãozinho se acostume com a presença de uma criança na casa.

  • Quando o bebê ainda estiver na maternidade, levar roupas do bebê para serem colocadas em locais onde o cão associa com prazer (vasilha da ração, cama...) para que ele comece a acostumar com o cheiro do bebê.

  • Ao chegar em casa, a aproximação do cão com o bebê deve ser gradual e sempre sob a supervisão de um adulto. Vale dar um brinquedinho do bebê para o cão como presente para ele brincar e se acostumar com o cheiro da criança.

  • Com o aumento do número de visitas na casa neste período o cãozinho pode ficar estressado. Recompense-o no comportamento adequado com as visitas e compre um ossinho próprio para cães para que o ele interaja com o objeto neste momento.

  • Procure associar o bebê com coisas boas, ou seja, recompensar o cão dando-lhe petiscos e atenção quando estiver com o bebê no colo ou por perto.

Em geral, não é recomendável o contato do cão direto com o bebê, pelo fato de o cão possuir doenças que são próprias dele.

É aconselhável não permitir que o cão entre no quarto da criança. Portõezinhos podem ser úteis para manter o cachorro longe do quarto do bebê.

Não deixe o cachorro e o bebê na mesma cama ou sofá.

Caso o cãozinho lamba o pezinho ou a mãozinha do seu filho é recomendável a higiene assim que possível.

Dar bastante atenção ao cachorro pode ajudar a evitar que ele fique com muito ciúme.

Comentários

comentários

Deixe uma resposta